Estudar inglês nos Estados Unidos: veja algumas alternativas para isso

Estudar inglês nos Estados Unidos é a melhor maneira de falar feito um nativo. Além das aulas intensivas, focadas em gramática e conversação, viver uma cultura estrangeira ajuda a compreender sotaques e gírias mais rapidamente.

Em poucas semanas de intercâmbio, você conhece gente do mundo todo e aprende a se comunicar sem tropeços no idioma. Ou seja, é um investimento com retorno rápido.

Aposte em cursos intensivos para estudar inglês nos Estados Unidos.

Estudar inglês nos Estados Unidos é uma ótima estratégia para aprender o idioma. (Foto: Divulgação)

Escolas para estudar inglês nos Estados Unidos

A opção pela escola ideal depende dos interesses do aluno. A credibilidade da instituição e a qualidade do método de ensino contam pontos, é claro. Porém, o estudo de uma segunda língua também é exercido no dia a dia: nos passeios, nas idas aos restaurantes e nos programas noturnos.

Ou seja, a cidade de destino é outro ponto a se considerar. Isso porque cada canto dos Estados Unidos tem seus atrativos. Nova Iorque é a megalópole que não para. Miami concentra uma expressiva população latina. Honolulu é para os amantes do surfe. E a lista segue.

Confira, então, sugestões de escolas para diferentes perfis de estudantes.

International Center for Language Studies

O ICLS foi fundado em 1966, em Washington DC, a capital federal estadunidense. O centro é credenciado pela Commission on English Language Program Accreditation (CEA), o que significa que adere a normas de qualidade reconhecidas internacionalmente.

As turmas não têm mais que oito colegas. No contraturno das aulas, é possível visitar museus e os prédios oficiais do governo.

Kaplan International

A Kaplan oferece cursos intensivos de, no mínimo, duas semanas. Conforme o visto emitido, é possível estender o prazo e aproveitar ainda mais a imersão. O método serve para todos os níveis, do principiante ao aluno mais experiente.

É possível estudar inglês nos Estados Unidos em 13 cidades diferentes. A escola possui unidades em Boston, Los Angeles, Filadélfia, Nova Iorque e Seattle, entre outras.

Education First

A rede foi fundada na Suécia, em 1965, e hoje está presente em 116 países. Uma das opções oferecidas ao público é o intercâmbio cultural, pelo qual as famílias anfitriãs recebem o viajante em comunidades tipicamente norte-americanas.

Além de aprender inglês, dá para trabalhar como au pair ou pegar umas ondas. Isso porque Honolulu, no Havaí, e Miami Beach, na Flórida, estão entre as 11 cidades dos Estados Unidos com representantes da EF.

É muito melhor aprender uma língua convivendo com nativos. (Foto: Divulgação)

Stafford House

Fundada em 1952, a Stafford House tem escolas em Chicago, San Diego e San Francisco. Há programas preparatórios para testes de proficiência e cursos de inglês para negócios.

Não bastassem os atrativos acadêmicos, ainda é possível conferir eventos esportivos, shows e outros programas ao ar livre. Sem contar que a Califórnia também oferece ótimas oportunidades de emprego, principalmente na área de tecnologia.

Language Studies International

Outro nome forte do ensino de idiomas, a LSI tem redes em diversos países anglofalantes, como Nova Zelândia, Canadá, Austrália e Inglaterra. Os professores são superqualificados e a estrutura das salas de aula não deixa nada a desejar.

Boston, Nova Iorque, San Diego e Berkeley são as opções para estudar inglês nos Estados Unidos pela LSI. Agora que você já conhece algumas instituições, pesquise o tipo de curso mais adequado às suas necessidades e prepare-se para falar like a true american!

Curtiu as dicas? Deixe um comentário!

The post Estudar inglês nos Estados Unidos: veja algumas alternativas para isso appeared first on ViaCarreira.

Share

You may also like...