Como receber o Abono Salarial? Veja o calendário do PIS/PASEP 2018-2019

Veja como receber o abono salarial, considerando o calendário do PIS/PASEP 2018-2019. Esse benefício é destinado às pessoas que trabalharam com carteira assinada no ano de 2017, recebendo no máximo dois salários mínimos por mês. Descubra quem tem direito, quais são as datas de pagamento e como funciona o saque.

Esclareça todas as dúvidas sobre como receber o abono salarial.

Os novos calendários do abono salarial já estão disponíveis para consulta. (Foto: Divulgação)

O pagamento do abono salarial, referente ao ano-base 2017, será realizado a 23,5 milhões de trabalhadores entre os meses de julho de 2018 e junho de 2019. Estima-se que isso terá um custo de R$ 18,1 bilhões.

Veja a seguir o guia de conteúdo. Se você preferir, vá direto ao assunto do seu interesse clicando no link correspondente.

O que é abono salarial?

O abono salarial é um direito do trabalhador brasileiro, pago pelo Governo Federal. Os empregados de empresas privadas recebem o benefício anualmente graças à inscrição no Programa de Integração Social (PIS). Já o PASEP, ou Programa de Formação do Patrimônio do Servidor, é voltado para os servidores públicos brasileiros.

A Caixa Econômica Federal é responsável por pagar o abono salarial dos trabalhadores da iniciativa privada. No caso dos servidores públicos, o pagamento do benefício efeito pelo Banco do Brasil.

A inscrição do trabalhador no PIS/PASEP é feita pelo empregador. Depois do cadastramento, a empresa receberá comprovantes, que devem ser compartilhados com o funcionário. Geralmente a organização anota o número do PIS na carteira de trabalho do empregado.

Além de garantir o direito ao abono salarial anual, o cadastro no PIS/PASEP também permite o acesso à outros benefícios trabalhistas, como Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) e ao Seguro Desemprego.

Valor do abono salarial

O valor integral do abono salarial corresponde a um salário mínimo. Portanto, quem receber o benefício em 2018 poderá sacar R$954,00, desde que tenha trabalhado em regime de CLT durante os 12 meses.

O cálculo do abono salarial depende exclusivamente do número de meses trabalhados durante o ano-base. Se, por exemplo, uma pessoa trabalhou apenas um mês no ano de 2018, ela terá direito à 1/12 de um salário mínimo, ou seja, R$80,00. E assim sucessivamente.

A fórmula para calcular é a seguinte:

Valor do abono = número de meses trabalhados x valor do salário mínimo vigente/12

Confira a tabela PIS PASEP 2018-2019 com os valores arredondados:

  • Quem trabalhou 1 mês em 2017: R$80,00;
  • Quem trabalhou 2 meses em 2017: R$160,00;
  • Quem trabalhou 3 meses em 2017: R$240,00;
  • Quem trabalhou 4 meses em 2017: R$320,00
  • Quem trabalhou 5 meses em 2017: R$400,00
  • Quem trabalhou 6 meses em 2017: R$480,00
  • Quem trabalhou 7 meses em 2017: R$560,00
  • Quem trabalhou 8 meses em 2017: R$640,00
  • Quem trabalhou 9 meses em 2017: R$720,00
  • Quem trabalhou 10 meses em 2017: R$800,00
  • Quem trabalhou 11 meses em 2017: R$880,00
  • Quem trabalhou 12 meses em 2017: salário mínimo integral (R$954)

Quem tem direito?

Para ter direito ao pagamento do abono salarial, o trabalhador deve preencher aos pré-requisitos. São eles:

  • Ter inscrição no PIS ou Pasep há, no mínimo, cinco anos;
  • Ter trabalhado com carteira assinada por no mínimo um mês no ano-base;
  • Ter recebido remuneração média de até dois salários mínimos por mês.
  • Possuir os dados informados na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS) da empresa empregadora.

Como consultar PIS/PASEP?

Consultar o saldo do PIS/PASEP é bem simples e rápido. Os trabalhadores do setor privado devem acessar o site da Caixa (www.caixa.gov.br/PIS) e clicar no botão “consultar pagamento”. Em seguida, basta informar o número do NIS/PIS e a data de nascimento.

Mais informações sobre o PIS também podem ser obtidas por telefone, basta ligar para 0800-726-02-07.

No caso dos servidores públicos municipais, estaduais e federais, a consulta ao abono salarial pela internet pode ser efetuada no endereço http://www.bb.com.br/pasep. Ao acessar o site, basta informar o número de inscrição ou CPF e a data de nascimento. Assim, o sistema tem condições de informar a existência de saldo ou não.

Eventuais dúvidas sobre o PASEP podem ser esclarecidas através da central de atendimento telefônico, basta ligar para 0800-729 00 01.

Quando o benefício é pago?

Os pagamentos do abono salarial seguem um calendário, cujas datas são determinadas pelo mês de aniversário (no caso do PIS) ou pelo número de inscrição (no caso do PASEP). Ambos os calendários iniciam em julho do ano seguinte ao ano base e chegam ao fim em junho do outro ano.

Ficar de olho nas tabelas PIS/PASEP 2018-2019 é a principal dica sobre como receber o abono salarial. Confira:

Calendário PIS 2018-2019

De acordo com o novo calendário, o pagamento do abono salarial terá início no dia 26 de julho de 2018. O benefício será liberado primeiramente para os nascidos no mês de julho. Quem nasceu em agosto, por sua vez, poderá sacar o PIS a partir de 16 de agosto. A data limite para o saque é 28 de junho de 2019 para todos os trabalhadores inscritos no Programa de Integração Social. Confira o calendário completo:

Tabela PIS 2018-2019. (Foto: Divulgação)

Calendário PASEP 2018-2019

Os servidores públicos terão que observar o número final da inscrição no PASEP. Se o último dígito for igual a 0, por exemplo, o dinheiro estará disponível para saque já no dia 26 de julho. Os inscritos com final 1 terão os valores liberados a partir de 16 de agosto e assim por diante. Veja todas as datas de pagamento do abolo salarial:

Tabela PASEP 2018-2019. (Foto: Divulgação)

Como fazer o saque do PIS PASEP?

Assim que o dinheiro estiver disponível para saque, o trabalhador que possui Cartão Cidadão deve comparecer a um dos terminais de autoatendimento da Caixa, correspondentes Caixa Aqui ou mesmo Casas Lotéricas para sacar o benefício. Para isso, no entanto, é necessário ter uma senha cadastrada. Por outro lado, quem não tem Cartão Cidadão deve comparecer a uma agência do banco e apresentar um documento de identificação (RG ou CNH, por exemplo) para receber a quantia.

No caso dos servidores públicos, o abono salarial é pago direto na folha de pagamento, respeitando a data definida pelo calendário. O saque pode ser realizado em qualquer agência do Banco do Brasil, mediante a apresentação do número do Pasep e de um documento de identidade.

Vale lembrar que, os clientes da Caixa Econômica Federal e do Banco do Brasil, têm os valores creditados na conta automaticamente.

O que acontece se não sacar o abono?

No dia 29 de junho de 2018, chegou ao fim o prazo para saque do abono salarial PIS-PASEP referente ao ano-base 2016. Quem não sacou durante o calendário de pagamentos ficou sem o dinheiro. Os rendimentos, por sua vez, foram incorporados ao saldo de cotas do trabalhador.

Entenda o saque do fundo PIS/Pasep

Os trabalhadores, de empresas privadas ou órgãos públicos, que contribuíram com o PIS/PASEP até outubro de 1988, podem resgatar o saldo. Até 2017, o saque do benefício era permitido apenas para pessoas inválidas, aposentadas, com idade mínima de 70 anos ou em caso de falecimento do cotista. No entanto, atualmente, as regras estão mais flexíveis, principalmente porque o pagamento estará liberado para trabalhadores de todas as idades.

O saque das cotas, para quem tem menos de 60 anos, ficará disponível até o dia 28 de setembro de 2018. Cerca de 16 milhões de cotistas poderão sacar os valores.

Para conhecer a existência de saldo, conforme a Lei 13.677/2018, basta acessar os endereços eletrônicos a seguir e fazer as consultas:

Cotas PIS

Cotas PASEP

E então: restou alguma dúvida sobre como receber o abono salarial? Deixe um comentário com a sua pergunta. Anote a data de pagamento e não perca o prazo.

O post Como receber o Abono Salarial? Veja o calendário do PIS/PASEP 2018-2019 apareceu primeiro em ViaCarreira.

Share

You may also like...